WebSeo
A Amazon trata nossa privacidade da mesma forma que o Facebook, ou quase como três quartos do...
WebSeo
2019-04-18 10:11:06
WebSeo logo

Blog

Funcionários da Amazon nos espionam através do Alexa

Por amor à privacidade

A Amazon trata nossa privacidade da mesma forma que o Facebook, ou quase como três quartos do Vale do Silício. Este é o quadro perturbador que emerge de um artigo da Bloomberg na semana passada. Essencialmente, os funcionários da Amazon ouviam ou até transcreviam as conversas gravadas pelo Alexa mesmo sem o consentimento dos usuários, com a desculpa de melhorar o reconhecimento de voz.

Fala-se de 1000 clipes de áudio por dia passando pelas mãos de um funcionário médio, com jornadas de trabalho de 9 horas. Os funcionários, entrevistados pelo conhecido jornal, teriam revelado que a espionagem de Alexa está protegida por segredos da empresa e vários NDAs. Todos os usuários estão envolvidos, mesmo aqueles que optam por não participar do programa de melhoria do reconhecimento de fala.

Novidades Não em todos. Sabemos bem como as empresas do calibre do Google e do Facebook estão tentando, de todas as formas, obter nossos dados de forma esmagadora, quer queiramos ou não. Os escândalos de segurança que os envolvem estão se tornando cada vez mais frequentes e talvez o consumidor esteja nos ligando.

Talvez estejamos começando a normalizar certos tipos de comportamento, a legitimar a invasão de privacidade por gigantes de computadores . Para que, então? Para economizar 1 ou 2 segundos com um comando de voz e o desejo de estar sempre online. Vale a pena? E até onde essas multinacionais podem ir antes de se depararem com sérios problemas com a lei?

ARTIGOS RELACIONADOS